Imprimir

Espaço de Artes Celga

logo celga

Programa de TV Espaço de Arte Celga

O Programa “Espaço de Arte Celga” é apresentado desde 2006
 
Aproximar admiradores e artistas do entusiasmante e inovador Universo do Artesanato Urbano, com informações atualizadas e uma linguagem descontraída para que o artesão se sinta familiarizado, como se estivesse em seu próprio atelier. Essa é a proposta do programa semanal de televisão “Espaço de Arte Celga”, que comemora quatro anos de existência, divulgando ainda a variedade de produtos e serviços oferecidos na loja Celga.
 
Encampando o espírito empreendedor e moderno do “jeito Celga de ser”, o programa exibe entrevistas sobre comportamento, moda, saúde e história, além de dicas e passo-a-passos com técnicas de diversas artes manuais, dentre as quais estão o Patchwork, Pintura em Tecido, Scrapbook, Découpage, Forminhas para Doces de Festas, Biscut, Macramé e Desenho Artístico.
 
O programa, que estreou em outubro de 2006, começou a brilhar nos lares espiritosantenses com a apresentação da jornalista Isabel Mendonça e, desde 2007, é produzido e apresentado pela jornalista e apresentadora, Karina Borgo, que com simpatia e bom gosto dá continuidade ao sucesso do Informativo.
 
Estou muito satisfeita em apresentar o programa e fazer parte desta grande e unida família que é a Celga. Além disso, são emocionantes os relatos de alunas dos cursos da Celga que descobriram no artesanato uma poderosa arma contra depressão e uma prazerosa fonte de renda, principalmente em tempos de crise financeira, unindo literalmente o útil ao agradável, descobrindo talentos que antes não imaginavam possuir” comenta Karina Borgo.
 
A atual apresentadora do televisivo também ressalta o lado sustentável da atividade artesanal no qual a reciclagem está diretamente inserida, colaborando na preservação do meio-ambiente. “É, realmente, uma experiência enriquecedora que traz consigo muitos benefícios pessoais e, porque não dizer, sociais”, acrescenta.
 
A artesã especializada em Patckwork, Sonia Zalmir, é telespectadora do “Espaço de Arte Celga” e conta como as matérias têm incrementado seu conhecimento da arte e inspirado a produção que, segundo ela, tem demanda constante. “O conteúdo do programa é interessante tanto para quem trabalha com o artesanato como para quem desfruta apenas consumindo as obras. Eu bebo as palavras do programa, pois o artesanato, pra mim, é uma atividade inebriante, assim como tudo que o envolve”,enfatiza.